Postado em & arquivado em Notícias.

A Lei Federal de Cotas, que prevê, até o fim de 2016, reserva de metade de todas as vagas em universidades e institutos federais para cotas raciais e sociais, já garantiu a matrícula de 111.668 estudantes negros no ensino superior. Os dados foram divulgados na tarde de quarta-feira (26/08) pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir/PR).

A Lei de Cotas completou três anos no sábado (29/08) e, segundo estimativas divulgadas pela Seppir, até o fim de 2015 o total de negros matriculados em instituições federais, graças à nova lei, deve ser de cerca de 150 mil.

Os dados divulgados foram levantados pelo Ministério da Educação. Segundo o MEC, na última edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), realizada no segundo semestre deste ano, 37,5% das vagas das instituições participantes foram destinadas a algum tipo de cota, cumprindo o prazo parcial da legislação.

Disponível em: http://g1.globo.com/educacao/noticia/2015/08/em-2-anos-lei-de-cotas-garantiu-111-mil-vagas-de-graduacao-para-negros.html