Curso: “Educação Integral: Escola e Cidade”

Ano: 2014

O curso tem como principal objetivo oferecer aos professores, agentes culturais, oficineiros, gestores e aos demais profissionais da educação, condições de refletir sobre as concepções acerca da ampliação da jornada escolar e as implicações desta no âmbito das políticas públicas em Educação. Busca ainda, promover a discussão sobre Educação Integral/Integrada nos ambientes escolares além de estimular novas práticas pedagógicas.

O curso aborda a história da educação integral no Brasil e dialoga com os conceitos de espaço, lugar, território, cidade, identidades e sujeitos, presentes nas formulações da educação integral. Desenvolvido de forma semi-presencial, ou seja, com encontros presenciais e à distância a partir da interatividade do tutor com os cursistas, via internet  numa plataforma digital (Moodle).  O curso é oferecido no formato modular, propondo aos cursistas a formação de grupos de estudo e/ou de trabalho desenvolvidos ao longo do curso.

O curso acontece simultaneamente em três polos: Região Metropolitana de Belo Horizonte, São João Del Rey e Coronel Fabriciano (junto com Ipatinga).

 

Notícias

Produções:

Fotos:  galeria 1  /  galeria 2  /  galeria 3

Vídeos:

 


 

Curso: “Teias de Cidadania”

Ano: 2010/2012/2013

O Curso Teias de Cidadania nasce com o objetivo de ser um espaço de diálogo e de troca de experiências entre aqueles que em espaços, tempos, ofícios e propostas diversas vão, coletivamente, construindo uma educação integral, direito de todos, conquista de uma cidadania plena.

Em 2010 o curso de Extensão teve como discussão central a Educação Integral/Integrada no Brasil. Já em 2012 a 2º edição do curso teve como tema a cultura popular, ampliando as reflexões sobre a indissociabilidade entre educação e cultura, considerando sempre que alunos e professores são sujeitos socioculturais, com uma experiência educativa muito mais ampla que a escolar. Em 2013 foi trazido como eixo das discussões o tema da cidade entendida como experiência educativa, pois não há como pensar uma educação integral desvinculada da participação social, alheia às questões vividas na cidade, nos bairros, nos vários territórios que compõem o entorno das escolas. Durante o curso procuramos estabelecer reflexões acerca das múltiplas dimensões educativas da cidade, das possíveis mudanças que surgem com a compreensão de que a cidade é território educativo.

Foi realizado ainda um seminário internacional e um fórum buscando estabelecer reflexões acerca das múltiplas dimensões educativas da cidade, das possíveis mudanças que surgem com a compreensão de que a cidade é território educativo, além de trocar experiências entre os vários atores das várias cidades participantes dos Programas Mais Educação e do Escola Aberta, tendo como eixo a formação integral, a gestão e as práticas  pedagógicas.

O curso tem como objetivo a formação de educadores, gestores, oficineiros coordenadores e professores que atuam nos programas Escola Aberta e Mais Educação, no que tange o desenvolvimento, implementação e participação nestes programas nas escolas da Rede Pública de Ensino de Minas Gerais. O curso é voltado também para estudantes e demais interessados na temática da Educação Integral.

Além disso, o curso contou com uma equipe multidisciplinar que ficou responsável pela preparação, organização, logística, planejamento, preparação de material didático, desenvolvimento, acompanhamento, avaliação, registro das atividades, divulgação, controle de presença e produção de relatórios. Esta equipe foi composta por professores universitários e da educação básica, bolsistas de graduação e de pós-graduação, pesquisadores e educadores. Foram convidados para as diversas instâncias de diálogo diversos profissionais da educação, do urbanismo, da arquitetura, da geografia, artistas, brincantes, representantes de Secretarias de Educação, ONGs, estudantes, ativistas, representantes de comunidades indígenas, quilombolas e de movimentos juvenis, tanto nacionais quanto internacionais.

 

Notícias

Produções

Fotos:  galeria 1  /  galeria 2  /  galeria 3  /  galeria 4

Vídeos:  vídeo 1   /  vídeo 2 vídeo 3  /  vídeo 4  /  vídeo 5  /  vídeo 6  /  vídeo 7  /  vídeo 8  /  vídeo 9

 


 

Curso de atualização: “Educação Integral e Integrada”

Ano: 2012 e 2013

O Curso de atualização em Educação Integral e Integrada para os educadores do Programa Escola de Tempo Integral do município de Governador Valadares – MG é um desdobramento de esforços anteriores que buscou mapear a implantação da Escola de Tempo Integral no município iniciado em 2010.

Assim, o curso nasce em parceria com a secretária municipal, no escopo do Projeto de Monitoramento e Avaliação da Escola de Tempo Integral (ETI) de Governador Valadares-MG desenvolvido pelo Núcleo de pesquisa, ensino e extensão TEIA  da Faculdade de Educação da UFMG.

A partir do levantamento das possibilidades e dos limites da experiência em questão, foi oferecido inicialmente para 390 professores, através da plataforma moodle e em encontros presenciais, momentos de reflexão e discussão da temática.

O curso tem como objetivo principal a formação de educadores da Educação Básica, gestores educacionais, professores do Ensino Básico e outros profissionais da educação nos pressupostos teóricos e práticos da Educação integral/Integrada, tornando-os capazes de desenvolver, implementar e participar do programa de Escola de Tempo Integral de Governador Valadares. Ainda, promover a discussão sobre Educação Integral/Integrada nos ambientes escolares;
Estimular as escolas e demais profissionais da educação para participar da construção de estratégias pedagógicas e de gestão intersetorial para a implementação da Educação Integral/Integrada;
Promover e estimular pesquisas e produção de novas tecnologias e materiais didáticos para a implementação da Educação Integral/Integrada;

Com uma metodologia própria, baseada na metáfora de uma viagem, o curso chegou no ano de 2013 na sua segunda edição, sendo oferecido para 600 profissionais da educação em tempo integral na cidade de Governador Valadares-MG.

Desenvolvido de forma semi-presencial, ou seja, com encontros presenciais e à distância a partir da interatividade do tutor com os cursistas, via internet.  O curso foi oferecido no formato modular, propondo aos cursistas a formação de grupos de estudo e/ou de trabalho desenvolvidos ao longo do curso.

As atividades presenciais ocorreram em Governador Valadares, onde os participantes se reunirão para grupos de estudo, debates, orientação e elaboração de projetos de pesquisa.

 

Notícias

Produções

Fotos: Encontro Presencial 1 . , Encontro Presencial 2/

Vídeos: Vídeo 1,

 


 

Avaliação e Monitoramento do Programa Escola de Tempo Integral (ETI) da Secretaria Municipal de Governador Valadares – MG

Ano: 2010 / 2011

Pesquisa realizada no município de Governador Valadares com o financiamento do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação com o objetivo de implementar, acompanhar e avaliar a Educação Integral na cidade.

Para tanto, em 2011 foi realizada uma pesquisa quantitativa de percepção de sujeitos (professores e membros da gestão escolar e da SMED∕G.V) envolvidos na experiência. Objetivamos com essa pesquisa, mapear os desafios e as possibilidades do programa vislumbradas pelos sujeitos envolvidos.

 

 

Notícias

Produções: Relatório do Projeto de Avaliação e Monitoramento do Programa Escola de Tempo Integral (ETI) da Secretaria Municipal de Educação de Governador Valadares – MG

Fotos:

Vídeos:

 


 

Educação Integral/Educação Integrada em Tempo Integral: Concepções e Práticas na Educação Brasileira

Ano: 2008

Pesquisa financiada pelo Fundo nacional de Desenvolvimento da Educação desenvolvida em parceria com as instituições UNIRIO, UFPR e UnB que visou em um primeiro momento, mapear as experiências de educação integral e integrada desenvolvidas no país pelos sistemas públicos de ensino. Encomenda pelo MEC, através da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade/SECAD, a pesquisa apresentou como objetivos a localização de avanços, debilidades e desafios vivenciados nestas experiências e o auxilio na construção de diretrizes para uma política pública de educação integral e integrada, a partir das experiências em curso;

As atividades foram divididas numa fase quantitativa e outra qualitativa. A fase quantitativa teve por objetivo mapear os municípios brasileiros que apresentam experiências de jornada ampliada enquanto a fase qualitativa selecionou em todo o país, algumas experiências em curso, no intuito de conhecer melhor as suas  características, formas de funcionamento, focando ainda nos resultados obtidos e nos desafios enfrentados.

 

Notícias:

Produções:

Fotos:

Vídeos:

 


 


Deixe um comentário

Você deve estar logged in para postar um comentário.